Pandora’s Box – 9 – Farol

Quase cinco dias haviam se passado desde quando viram o último barco, aquele que tomaram a carga de comida. Depois disso, nada. Nenhuma alma humana ou similar passou por perto deles; alguns animais e monstros deram as caras, mas não chegaram a causar problemas. A tripulação começava a ficar impaciente e entediada; Kyle só respondia com um “Vocês tem muita pressa. Já estamos chegando.”

E de fato, estavam. Na noite do quinto dia, uma neblina densa começou a envolver o navio e Kyle, vendo isso pela janela de seu aposento, prontamente correu para o convés, gritando para seus homens.

– Estamos chegando! Façam o que fizer, não soltem do navio. Não escutem qualquer outra voz que não seja a minha. – Disse isso já chegando no convés – E não deixem a luz leva-los.

Disse isso com muita seriedade, fazendo com que todos os novatos se segurassem com força no que pudessem, alguns desembainhando suas espadas ou pistolas com as mãos trêmulas e um suor frio. A neblina era densa e fria, como uma lufada de gelo, congelando até os ossos do corpo, mas não era um frio natural… Era mais uma sensação de falta de calor, falta de emoções. Se soubessem como a morte é, estariam certos em comparar esse frio com ela. Kyle era o único que parecia tranquilo em sua poltrona, nem um pouco preocupado com o frio. Sentia-o, é claro, mas o frio não era algo que o incomodava nem um pouco.

Então ouviram. Um coro de vozes dissonantes começaram ao longe e foram se aproximando, se aproximando até que pareciam tão perto quanto a própria pele do corpo. E de fato estavam. Diversos tripulantes soltaram gritos de horror ao ver e sentir as almas desgarradas flutuando por entre a neblina e o navio, sendo atraídas pelo calor corpóreo dos vivos e absorvendo-o, causando assim o frio.

– Não entrem em pânico! – Exclamou Kyle. – Se não aguentam nem isso, não sei como vão sobreviver a praia. Troy, faça alguma coisa.

Kyle parecia meio irritado, desvencilhando-se das diversas almas que tentavam se aproximar dele e de seu rum. Troy e os outros tripulantes mais velhos estavam calmos se comparados aos novatos e simplesmente afastavam as almas com as mãos ou com magia como Gallan. O Bardo acatou as ordens de seu capitão e começou a tocar um tom leve que foi se expandindo lentamente até tomar todo o navio, afastando como uma mão gigante toda a neblina e as almas principalmente. Com isso, o calor de cada um – e um pouco de sua coragem perdida – voltou; Voltou a tempo de verem o tremendamente grande Farol de Hakk logo a sua frente.

Era uma torre gigantesca com uma luz que cortava a neblina, chamando por todas as almas que ali estavam. Estavam finalmente no Farol de Hakk, a ilha dos mortos.

Morgana navegou com leveza próxima a encosta, circulando o farol de acordo com as ordens de Kyle, até chegar no que um dia aparentemente havia sido um porto, mas que agora estava completamente velho e abandonado.

– Aqui está ótimo. Não é o porto principal, por isso está assim, mas ok. Homens, e Morgana, minha querida, a partir deste ponto, todos nós temos uma chance um tanto quanto grande de morrer.

Falou isso com calma, checando a munição de sua pistola e guardando-a nas vestes.

– O lado bom é que não teremos que ficar vagando por aí, já estamos na ilha dos mortos mesmo. Bem, vamos nos separar em dois grupos; um vai comigo até o farol e o outro ficará aqui no navio, protegendo-o com unhas e dentes.

Um dos tripulantes, o mais novo, que antes ficava no cesto no mastro, se pronunciou.

-… Proteger o navio de quê?

– Ótima pergunta. E a resposta resumida é: Qualquer coisa que se mexa.

Anúncios

Um comentário sobre “Pandora’s Box – 9 – Farol

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s