Feijão

– Feijão congelado por Sedex?! Ficou maluco, menino?
– É… a senhora lembra que umas horas antes eu lhe liguei perguntando como se cozinhava o feij…
– Carlos Antonino!! Tu explodiu a panela? Ta tudo bem? O estrago foi muito grande? O fog…
– Mãe, calma… ta tudo bem, deu tudo certinho, só que o meu feijão ficou uma merda, não levo jeito pra isso.
Um silêncio sepulcral de uns três minutos se fez em ambos lados da linha. Carlos suava frio, o medo de que sua mãe o repreendesse era grande.
– Tu não sabe fazer feijão, não é Carlos Antonino? disse a mãe, segurando a risada.
– A senhora está rindo! Mas é sério, a senhora bem que poderia me mandar um feijãozinho congelado por sedex. Eu pago!
– Larga de bobagem menino, não tem mistério para fazer feijão. É só seguir os passos que eu te dei. Quer que a mamãe te mande um recadinho no Orkut dando o passo a passo? Fez como eu te disse?
– Eu deletei meu Orkut, mãe. E bem… eu coloquei menos água do que a senhora recomendou, até a altura dos parafusos achei água demais, deixei metade e coloquei umas cinco colheres de sopa de sal no feijão, além de jogar uns pedaços de carne de porco mas ficou uma merda…
– Ai meu Deus… cinco colheres, Antonino? Carne porco? Não vai me dizer que ela estava crua e…
– É, estava crua… achei que dava pra cozinhar ela junto do feijão… fiz errado?
– Fez tudo errado, menino… deixa que final de semana que vem teu pai está querendo dar uma passada aí e eu preparo feijão pra ti.
– Mas mãe… eu estou de saco cheio de…
– Não discute Carlos Antonino, sábado que vem eu chego aí e preparo o feijão pra ti.
Mas nem foi preciso esperar pelo final de semana, na quarta feira no final da tarde chegou uma caixa grande e pesada. Carlinhos não lembrava de ter encomendado nada e também a caixa não tinha remetente.
Abriu a caixa e dentro dela, quatro potes de sorvete com um papel colado em cima que dizia “Feijãozinho da Mamãe”, Carlos Antonino encheu os olhos de lágrimas e correu para o telefone.
– Alô, mãe?! Recebi o sedex…

————————————————–

Sim, este conto foi diretamente inspirado neste conto do Michel 😉

Anúncios

Um comentário sobre “Feijão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s