Incerteza?!

Interceptado pelo Homem Ventilador, o Ninja do Esgoto sentia que aquele seria o seu fim.
Ou seria o começo? Parou e pensou na vida.
A vida dentro do esgoto sempre lhe coube bem. Nem demais nem de menos, apenas o suficiente.
Não era o conforto (ou a falta dele), o cheiro forte ou os ratos que ali circulavam.
Talvez aquelas paredes cheias de musgo e o esgoto que passava por baixo de seus pés que eram suas companheiras nos dias em que os ratos tomavam conta, em que o nível do esgoto era mais alto, todos eram cúmplices da sua solidão, atentos ouvintes de seus desabafos, suas alegrias e tristezas.
O Homem Ventilador também pensava.
Pensava em qual seria a essência das coisas, se quem sabe a essência dele mesmo. Mas ele não sabe.
Em um movimento preciso e aparentemente os dois se olharam, entre sorriso e lágrimas se abraçaram por longos minutos.
Suspiro, lágrimas e algumas dúvidas na cabeça.
O que seria deles mesmos, a partir dali?

Desafio o Luís a falar sobre: placenta.
Boa sorte. ;D

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s