Porta-retrato

Sabia que tinha que fugir, sair de lá às pressas, à francesa. Perambulou pelo apartamento coletando algumas coisas que pudessem ser essenciais. Do demais, teria que se desfazer. E explodiu o seu apartamento, no 13º andar.

Desceu as escadas com os demais moradores, alarme de incêndio ecoando, luz de emergência, pessoas nervosas, surtando, sem ar. Lamentou-se pela cena, mas não havia o que ser feito. No meio da multidão no hall do prédio, dispersou-se.

A polícia que chegara um pouco depois dos carros dos bombeiros não teve muito o que fazer, ficara lá detida. E essa foi a deixa para ela sair de lá, deixando pra trás as lembranças de tudo aquilo que havia perdido no incêndio. Sua vida.

Garantiu que o local que fora se esconder fosse seguro. Ficava num bairro afastado, casas antigas, vizinhança calma, marginalizada. Acomodou-se numa sobreloja, com cortinas esfarrapadas e brancas, um sofá de couro velho e rasgado coberto com uma capa azul com desenho de sóis alaranjados. Não havia cama, apenas um colchão de ar no canto, enchido pela metade, com um lençol verde e um almofada verde-musgo. Pensou “lindo, tom sobre tom”.

Empurrou a mesa de ferro, agora já tão enferrujada, com propaganda de cerveja já apagada, para o canto do imóvel, próximo à parede. Tirou da mochila que carregava seus documentos e um porta-retrato. Por conta da foto que nele continha foi que tudo começou. Jogou-se no sofá enquanto fitava a foto. Fora tirada há 10 anos, talvez um pouco menos. E o dia em que ela foi tirada ecoava em sua memória e doía como uma ferida aberta sendo remexida. Por aquele dia que acabara ali, naquele muquifo.

Tirou o tênis e o casaco e jogou-se no colchão. Teria que, agora, viver na escuridão, sabe-se lá como e de quê, teria que pensar no que antes não havia pensado. E agora, tão somente, havia entendido porque a vingança é um prato que se come frio.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s