Adão ou Eva

“Mas por que eu preciso escolher entre Eva ou Adão?”
“Por que todos precisamos fazer essa escolha a essa altura.”
“E por que eu não posso ser os dois? Eu seria alguem melhor, sendo ambos.”
“E por que caberia a você querer ser melhor? A ti foi dada a vida, e isso lhe basta”
“E qual o sentido de ser Adão ou Eva se no final voltarei aqui e serei novamente nem um nem outro? E outros fizeram essa escolha antes de mim, por que não posso também?”
“Os humanos são assim. Os que decidiram ser ambos não são aceitos. Agora escolha e parta.”
“Pois então eu escolho não ser aceito”

E assim partiu e viveu intensamente como nenhum outro ser que por aqui passou.

——-◘——-

Não era a morte. A morte era mais baixa, embora mais bonita. Era o sonho. O sonho que ele amava como se fosse só dele. E era dele. O sonho o visitava todas as noites, as vezes durante o dia. O sonho o procurava, o tentava e provocava, e ele, sonhador, cedia a todos os encantos oníricos que o cercava. Desejou viver com o sonho e nunca mais voltar, mas o sonho não é sempre gentil, por vezes ele é cruel. E por mais que achasse que o sonho não tinha hora pra partir, sempre partia. Decidiu-se: queria viver o sonho para sempre. Agora sim era a morte.

___________________________________________

Microcontos gentilmente cedidos pelo @thiagoradice.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s