Próxima parada

Minha vida não era lá essas coisas, portanto decidi ver o que meus vizinhos aprontavam.

Quando passei pela janela do vizinho de cima, ele estava vestido com a roupa da mulher dele. Bem que eu desconfiava que ele era meio fechadão, muito na dele. Tinha alguma coisa errada lá.

Seu José tava chegando em casa quando eu vi de relance, tinha um cachorro. Mas parecia não gostar muito dele, porque o chutava da sala até o banheiro, cuspia nele e batia com o jornal. Pobre animal.

Eu não imaginava que a Regininha estava dando pro Guto, eles pareciam se odiar. Ele só a sacaneava por ser gordinha e ela dizia que detestava garotos loiros, mas lá estão os dois cavalgando no ritmo alucinante do amor. Quem diria.

Quase não vi que o Tales estava puxando a toalha de mesa enquanto sua mãe estava desmaiada de tanto cheirar no chão, cuidado menino! Vai cair tudo em cima de você!

Mal tive tempo de avisá-lo antes que o chão chegasse.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s